IMPACTOS AMBIENTAIS E SOCIOECONÔMICOS

 

 

A rápida e desordenada expansão da atividade agropecuária, iniciada em meados da década de 70, no planalto da Bacia do Rio Taquari, intensificou a entrada de sedimentos na Planície Pantaneira, dando origem ao mais grave problema ambiental e socioeconômico do Pantanal: o assoreamento do Rio Taquari no seu baixo curso. Esse assoreamento fez com que milhares de quilômetros quadrados terras localizadas no Pantanal passassem a ficar inundadas permanentemente, acarretando sérios impactos ao meio-ambiente e a sócio-economia dessa região.

Preocupada com essa situação, a Embrapa Pantanal, juntamente com outras unidades da empresa e instituições de pesquisa e desenvolvimento, vem realizando um trabalho holístico e multidisciplinar de diagnóstico das causas e dos efeitos do assoreamento do Rio Taquari no Pantanal para identificar/propor alternativas de mitigação dos problemas da bacia.

 

Livro "Impactos Ambientais e Socioeconômicos na Bacia do Rio Taquari - Pantanal"

Editores Técnicos: Sérgio Galdino, Luiz Marques Vieira e Luiz Alberto Pellegrin

 

 

ALTERNATIVAS PARA A SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DO RIO TAQUARI

 

Pesquisadores da Embrapa Pantanal e Instituto Alterra (Holanda) desenvolveram estudos com o objetivo de viabilizar soluções para os problemas ambientais enfrentados na bacia do rio Taquari. Com uma extensão de 800 quilômetros, o rio Taquari é um dos principais afluentes do Pantanal. Com a expansão da agropecuária,na década de 70, sem o uso adequado do solos, processos erosivos graves na porção alta da bacia levaram a perda e transporte de sedimentos rio abaixo, provocando assoreamento do rio no Pantanal, resultando em um desastre ecológico e sócio-econômico.

A região do rio Taquari no Pantanal era caracterizada por pulsos de inundação, que alagavam a área apenas em alguns meses do ano, como na maior parte do ecossistema pantaneiro. Entretanto, ao longo as últimas décadas, esses pulsos de inundação deixaram de existir, obrigando muitas famílias e inúmeros animais silvestres que habitavam a área a abandonar a região. Hoje, uma área em torno de 500 mil hectares encontra-se permanentemente submersa, ocasionando imensos prejuízos para a pecuária e pesca dessa região.

No relatório são apresentados os projetos já realizados e em andamento que geraram uma base de conhecimento para a resolução dos problemas ambientais da região do rio Taquari, buscando em conjunto com a comunidade atingida, e demais interessados, alternativas para a solução dos problemas.

 

Projeto Pantanal - Taquari: ferramentas para tomada de decisão na Gestão Integrada dos Recursos Hídricos

Realização: Embrapa Pantanal em parceria com o Instituto Alterra (Holanda).

Pesquisadores responsáveis: Carlos Padovani (Embrapa Pantanal) e Rob Jongman (Alterra)

Versão síntese em português

Versão completa em inglês

Relatórios Técnicos em inglês

 

Pantanal - Taquari; Tools for decisions making in integrated water management - Relatório em inglês

 

Análise Alternativas propostas pela comunidade para a solução dos problemas do Rio Taquari no Pantanal

Embrapa Pantanal, Instituto Alterra (Holanda) e Sindicato Rural de Corumbá

 

Síntese das recomendações e considerações para a resolução dos problemas ambientais e sócio-econômicos do rio Taquari

 



27767 acessos desde 13/09/2005