O jaboti-do-cerrado

Geochelone carbonaria

O jaboti apresenta o corpo revestido por uma couraça, cuja a parte dorsal alta e convexa é chamada de carapaça e a ventral é chamada de plastrão. Através destas partes pode-se identificar o sexo pois as fêmeas têm plastrão plano enquanto os machos têm plastrão côncavo.

Este quelônio de hábitos terrícolas pode ser encontrado tanto na planície de inundação como nos cerrados e em áreas florestais do Pantanal. Locomovem-se lentamente e têm hábitos diurnos.

Folhas, frutos e raízes constituem a base de sua dieta, que inclui também material em decomposição.

Pouco se sabe sobre sua história natural. Em algumas regiões da bacia, informações de residentes atestam que os jabotis, outrora abundantes, vêm sofrendo pressão de caça para consumo da carne, bastante apreciada.