Foto: Thiago Coppola


 




















Chefe Geral da Embrapa Pantanal é reconduzida por mais 3 anos

 

        

A chefe-geral da Embrapa Pantanal, Emiko Kawakami de Resende, foi reconduzida oficialmente ao cargo por mais três anos.

A decisão foi tomada após uma rigorosa de avaliações que incluíram entrevistas e aplicação de pesquisas com funcionários da unidade, entrevistas com clientes externos e avaliação de desempenho de atividades e comunicada oficialmente pelo Presidente e Diretores Executivos da Embrapa.

O processo de avaliação levou em conta o contexto interno e externo da Unidade, os resultados alcançados e o alinhamento das ações de gestão com o Plano Diretor da Unidade e com o Plano Diretor da Embrapa.

Entre 2010 e 2013, a atual gestão investiu no cumprimento do plano de trabalho, o qual foi cumprido na íntegra.

Atividades de relacionamento institucional com os mais diversos parceiros, participação em comitês estratégicos, apresentação de subsídios para políticas públicas que envolvam o Pantanal foram intensificadas. Investimentos em obras e equipamentos para pesquisa e para a saúde do trabalhador e melhorias significativas no Campo Experimental como a implantação de energia elétrica no campo, telefone e internet para facilitar os procedimentos de pesquisa no campo e aumentar a qualidade de vida dos funcionários foram concretizadas.

O aumento das parcerias institucionais foi acompanhado pela ampliação da rede de parceiros e colaboradores, incluindo instituições nacionais e internacionais de pesquisa, universidades, entidades governamentais e do setor privado, além de Unidades da Embrapa.

Para Emiko Resende, diante dos desafios de aumentar a produção agropecuária alinhada à sustentabilidade do Pantanal, é dever da Embrapa Pantanal atuar ativamente nos mais diversos segmentos da sociedade para garantir um Pantanal próspero e sustentável.

 
Texto: Divulgação Embrapa Pantanal