Foto: Fernanda Athas


A  diversos pesquisadores da Unidade estavam entre  os palestrantes que ministraram o ciclo

Ciclo de Palestras foi destaque na Expogrande 2013

 

A Embrapa Pantanal esteve em destaque na 75ª Expogrande, que ocorreu entre os dias 11 e 21 de abril deste ano, em Campo Grande. No dia 18 de abril, o auditório da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso) recebeu um ciclo de palestras preparado por pesquisadores da unidade sobre diferentes aspectos da pecuária pantaneira. “A ideia é que o evento trate a pecuária de maneira multidisciplinar, com temas variados e que atendam às necessidades dos pecuaristas da região”, explicou Luiz Orcírio de Oliveira, pesquisador da Embrapa Pantanal.

Foram oito palestras que trataram desde os programas de melhoramento e bem estar dos animais de produção ao uso de uma ferramenta para avaliar a sustentabilidade das propriedades rurais pantaneiras por meio de indicadores. Os palestrantes falaram sobre a avaliação nutricional e econômica da prática de desmama precoce no Pantanal, as vantagens da técnica de inseminação artificial em tempo fixo (IATF), o monitoramento da anemia infecciosa equina nas tropas pantaneiras, potencialidades de agregação de valor às raças bovinas pantaneiras, além de estratégias adequadas de manejo de pastagens nativas e cultivadas.


Segundo Loacir da Silva, diretor da área cientifica e tecnológica da Acrissul, cerca de 150 pessoas participaram do ciclo de palestras, entre produtores rurais, pesquisadores e estudantes, principalmente dos cursos de agronomia, medicina veterinária e zootecnia.


O objetivo foi trazer aos produtores rurais inovações e soluções geradas por pesquisas desenvolvidas pela Embrapa Pantanal. Ao final de cada palestra, os pesquisadores esclareceram dúvidas do público. “O papel da Embrapa é levar ao produtor rural conhecimento e tecnologia que possa ajuda-lo a crescer e a melhorar sua prática no dia a dia. O ciclo de palestras foi propício para isso, superou nossas expectativas”, afirmou o pesquisador Luíz Orcírio de Oliveira.

Texto:
Fernanda Athas
Jornalista MTE/MS 997 - FUNDECT - Rede Pró Centro
E-mail: 
jorn.fernanda@gmail.com